A Origem da Capoeira

É difícil falar sobre um tema tão controverso e ainda tão desconhecido. Ainda nos dias de hoje não se sabe ao certo de que forma surgiu a capoeira. Tudo o que se pode dizer sobre o surgimento da capoeira, ainda são apenas hipóteses. Preferi postar aqui a que achei mais relevante e a que merece mais atenção.

O N’golo

 O N’golo ocorre durante o período da Efundula (chegada da puberdade) em uma tribo localizada ao sul de Angola chamada Mucope. Também conhecido como dança das zebras, é assim chamado em referência ao período de acasalamento desses animais em que os machos disputam suas fêmeas com coices, cabeçadas e mordidas. Trata-se de uma disputa entre dois jovens circulados por outros, que disputam numa luta, com golpes semelhantes aqueles desferidos pelas zebras. Aquele que melhor se sair ganha o direito de escolher sua esposa e não precisa pagar o dote.
 Seria aqui a base de nossa teoria de como pode ter surgido a capoeira.
 Após a chegada no Brasil como escravos, para que fosse preservada a cultura do N’golo, usaram uma estratégia para que não fossem reprimidos pelos capatazes que ao vê-los trocando golpes dentro da senzala, imediatamente pensariam que se tratava de uma briga e com certeza seriam punidos com castigos corporais que poderiam ser: chibatadas, mutilações ou até a pena de morte. Então, para dispersar a atenção dos capatazes incluíram as palmas, cânticos, e a ginga para que tivesse uma aparência de dança, uma diversão entre os escravos. As palmas então foram o primeiro instrumento da capoeira. 
 Não se sabe precisar quando foram introduzidos os instrumentos na Capoeira, devido à falta de registros. Sabe-se que o berimbau somente foi incluído na capoeira no século XX e que antes era usado por vendedores ambulantes para chamar a atenção da freguesia. Quando os capatazes olhassem aquilo pensariam: “É apenas uma dança de negro”.  E enquanto os escravos estivessem distraídos com suas tradições, a paz era mantida nas fazendas. Há uma hipótese de que os escravos dentro das senzalas eram mantidos com suas mãos acorrentadas, o que justificaria o motivo dos golpes da capoeira ser em sua maioria aplicados com os pés, mas isso é somente uma teoria.   

Nos Quilombos
Mais tarde com o advento dos quilombos, a ginga, os cânticos e as palmas já haviam se incorporado à prática do N’golo, deixando o seu caráter cerimonial e adquirindo uma nova característica que era a de uma espécie de jogo ou luta. Possivelmente daqui pode ter originado o termo Capoeira. Caa-puera em Tupi Guarani significa “mato rasteiro” – supostamente a vegetação nos arredores das fazendas. O que depois viria também a denominar o próprio escravo fugido.  Quando um escravo fugia da fazenda diziam os portugueses: foi pra capoeira, fugiu pra capoeira. Embora possa estar errado, não acredito na hipótese de que os escravos praticassem o que seria chamado de capoeira nos terrenos que recebem o mesmo nome, pois acredito que os escravos não tinham regalias como, horário de almoço ou de descanso. Era da senzala pro trabalho forçado e daí pra senzala. Não tinham tempo livre para nada a não ser quando eram trancados nas senzalas à espera de mais um exaustivo dia.
 Os quilombolas, percebendo que poderiam usar as habilidades adquiridas nesta prática contra a opressão do regime escravagista, se tornaram temidos entre os capatazes que cada vez mais tinham dificuldade em capturá-los. Há relatos de soldados portugueses, dizendo que se defendiam com “estranha técnica de ginga, pernas, cabeça e braços.” Embora em menor número e armas muito inferiores às dos capitães-do-mato, foram necessários dezoito grandes ataques para exterminar o quilombo dos Palmares. Outros relatos dizem que foi mais difícil exterminar os quilombolas do que os Holandeses durante sua invasão.
 Os primeiros relatos sobre a capoeira datam da segunda metade do século XIX, quando surgiram as “maltas de capoeira”. Grupos de capoeiras que se reuniam em bares e prostíbulos e que dominavam diversos bairros e freguesias do Rio de Janeiro. Armados de navalhas, porretes e com uma destreza corporal incrível os capoeiras aterrorizavam a sociedade da época e tanto fizeram até que fosse decretada pelo Marechal Deodoro da Fonseca em 1890, a proibição da prática denominada “capoeiragem” sob o decreto 487, sendo considerada prática subversiva, com pena de deportação para a ilha de Fernando de Noronha e penas corporais. O que causou uma forte repressão que quase causou a extinção da capoeira no Rio de Janeiro.   Somente em 1930 Getúlio Vargas legalizou a capoeira, a reconheceu como luta nacional brasileira e, posteriormente, oficializou sua prática através do Ministério da Educação. Em 09 de julho de 1937, Manoel dos Reis Machado, Mestre Bimba (1900-1974), consegue o registro de sua academia pela Secretaria de Educação, Saúde e Assistência Pública, sendo a primeira a ser reconhecida no país. 
 Desde então a capoeira vem crescendo e se espalhando pelo mundo afora, divulgando e promovendo a nossa cultura, que todos temos obrigação de preservá-la para que não aconteça igual a muitos movimentos culturais que estão perdendo sua raiz e se descaracterizando ou até caído no esquecimento.

Axé Camara.

Um comentário:

  1. Não sou capoeirista, mas sou grande admirador dessa arte. Sempre foi um consenso que sua origem provém da soma de diferentes culturas africanas, porem pessoas racistas estão divulgando uma nova tese que propõem uma origem genuinamente brasileira para a capoeira, atribuindo sua criação aos nativos brasileiros. Sabemos que entre os povos nativos existem lutas que lembram o estilo greco-romano e até mesmo sumô, aparentemente há um único e vago relato sobre uma luta atlética, envolvendo chutes, praticada pelo povo Tupinambá, não há nem ao menos uma gravura para representá-la. Mesmo assim, certas pessoas afirmam além de apenas uma participação dessa luta na formação da capoeira, mas creditam a criação da capoeira aos índios! Afirmando ainda que os escravos africanos aprenderam a lutar com os índios.
    Para apoiar essa teoria, eles afirmam que as provas da origem africana da capoeira são |frágeis (não querendo ver fragilidade de seus próprios argumentos), chegando a zombar delas. Realmente, os dados sobre N'golo não são muitos, algumas gravuras e um breve vídeo, aparentemente não é suficiente para essas pessoas.
    Por isso peço a vocês que divulguem na web mais provas se as possuírem e se possível nos endereços onde esta ocorrendo decisão a este respeito.

    http://www.rabodearraia.com/capoeira/blog/post/view/identifier/A-CAPOEIRA-DESDE-O-DESCOBRIMENTO-DO-BRASIL-A-ORIGEM-DA-CAPOEIRA/
    http://www.youtube.com/watch?v=zlqnRIMAtTc

    http://no.comunidades.net/sites/cap/capoeiunidospelaarte/index.php?pagina=1347799327

    https://www.youtube.com/watch?v=1GSurAf1u3M

    http://voltadomundo.com/capoeira/ponto-de-vista/a-capoeira-comecou-no-brasil

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário